Lisboa

Três homens ameaçaram com arma para roubar anel e pulseira de ouro

Três homens ameaçaram com arma para roubar anel e pulseira de ouro

Cinco homens foram detidos por crimes de roubos e por furto, na zona de Lisboa, anunciou ontem a PSP. Os suspeitos têm entre 24 e 44 anos. Três deles atuaram juntos e ameaçaram uma vítima com uma arma de fogo.

Em comunicado, a PSP informou que os três homens que atuavam em grupo foram detidos no âmbito de ações de combate ao crime em zonas históricas da cidade de Lisboa, nas freguesias de Arroios, Santa Maria Maior e Misericórdia. Na madrugada de domingo, aqueles três suspeitos terão ameaçado uma vítima com uma arma de fogo e roubaram-lhe um anel e uma pulseira de ouro, no valor de 800 euros.

Ao chegarem ao local, os polícias intercetaram os suspeitos já dentro de uma viatura, quando se preparavam para fugir. Conseguiram recuperar os bens roubados e devolveram-nos à vítima.

Presentes a um juiz de instrução criminal, os suspeitos foram libertados. Um deles ficou obrigado a apresentar-se duas vezes por semana num posto policial da sua área de residência. Os outros dois ficaram apenas com termo de identidade e residência.

Ameaça com faca no Cais do Sodré

Também em Lisboa, mas no Cais do Sodré, foi detido um homem de 44 anos, suspeito de ter encostado uma arma branca à barriga de uma vítima, para lhe roubar equipamentos eletrónicos, avaliados em 505 euros. Com a ajuda da vítima, a polícia monitorizou e veio a intercetar o homem num albergue de apoio a pessoas com adição a droga.

O detido estava em liberdade condicional por crimes da mesma natureza. Esta terça-feira, foi sujeito a primeiro interrogatório, tendo sido decretada a prisão preventiva do mesmo.

PUB

A PSP anunciou ainda a detenção, em flagrante, de um homem que foi denunciado por estar a cometer um furto no interior de uma viatura, na freguesia da Penha de França, também em Lisboa. Quando a PSP chegou ao local, intercetou-o e recuperou os artigos furtados, dois auscultadores, um par de óculos de sol e uma câmara, no valor de 540 euros.

O detido foi constituído arguido e ficou sujeito a termo de identidade e residência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG