Investigação

Corpos de três mulheres encontradas em fossa já foram autopsiados

Corpos de três mulheres encontradas em fossa já foram autopsiados

As três jovens brasileiras assassinadas e cujos corpos foram descobertos na sexta-feira numa fossa do hotel de animais do Monte dos Vendavais, em Tires, foram autopsiados esta terça-feira no Gabinete Médico Legal de Lisboa, mas os resultados só serão conhecidos dentro de alguns dias.

Fonte ligada à investigação disse ao JN que "os resultados finais, nomeadamente causa de morte, dependem de variadíssimos exames complementares", que foram agora iniciados e deverão demorar "alguns dias".

Para já, segundo a mesma fonte, "os corpos não deverão ser libertados, até serem conhecidos todos os resultados dos exames a realizar".

A mesma fonte confirmou que "a PJ, através da sua Unidade Nacional Contra Terrorismo, encarregue da investigação, está a trabalhar em estreita articulação" com os dois adidos da Polícia Federal junto da Embaixada do Brasil, em Lisboa, os quais estão a servir de elo de ligação entre as autoridades portuguesas e as brasileiras.

Michele Santana Ferreira, 28 anos, a irmã, Ladiana Neves Santana, 16, naturais de Campanário, e a namorada desta, Thayane Mila Mendes Dias, de 21 anos, do Estado do Espírito Santo, terão sido assassinadas no próprio hotel de cães e gatos, no Monte dos Vendavais, em Tires, pelo namorado de Michele, o também brasileiro Dinai Alves Mendes, aí funcionário há sete anos e que, depois dos assassinatos, em fevereiro último, fugiu para Novo Cruzeiro, sua terra natal, no Estado de Minas Gerais.

A Delegacia da Polícia Federal em Governador Valadares, no Estado de Minas Gerais, aguarda só todo o processo da PJ portuguesa para interrogar e deter Dinai Mendes.

Outras Notícias