Exclusivo

Treze arguidos condenados por sacarem 118 mil euros de contas bancárias

Treze arguidos condenados por sacarem 118 mil euros de contas bancárias

Tribunal de Braga aplica prisão efetiva a um arguido. As outras penas foram suspensas.

O Tribunal de Braga condenou esta quinta-feira a seis anos de prisão efetiva, Alexandrino Dias, um homem de Braga, pelos crimes de associação criminosa, burla informática e branqueamento, consubstanciados num caso de "phishing" com furto de 118 mil euros a dezenas de contas bancárias. Praticados entre 2013 e 2014, a partir de Braga. O arguido está ausente no estrangeiro e não esteve no julgamento.

Os juízes condenaram, ainda, a cinco anos de prisão, o arguido Nuno Silva, de alcunha "Vidrinhos", pelos mesmos crimes, mas suspenderam-lhe a pena, tendo em atenção que "está a trabalhar e possui uma empresa", o que pode ajudar à sua ressocialização. Ambos ficam obrigados a indemnizar as vítimas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG