O Jogo ao Vivo

Saúde

Tribunal da Maia fecha três dias após confirmação de Covid-19

Tribunal da Maia fecha três dias após confirmação de Covid-19

O Tribunal da Maia vai encerrar três dias depois de ter sido confirmado um caso de novo coronavírus entre os funcionários judiciais daquele núcleo. Os funcionários estão preocupados com possibilidade de contágio.

O juiz presidente da comarca do Porto, José Rodrigues da Cunha, decidiu encerrar o tribunal da Maia depois de ter sido detetado um caso positivo de Covid-19 a uma funcionária judicial, que está de baixa médica desde o passado dia 16 de março.

O Tribunal informou no domingo à noite, perto da meia-noite, a delegação de saúde da Maia da confirmação de um caso positivo entre os funcionários, mas "aquando do contacto telefónico com a senhora Delegada de Saúde, não foi equacionado, em momento algum, o fecho do Tribunal", explica Rodrigues da Cunha, num comunicado, em que também adianta ter sido "contactada a Delegação de Saúde da Maia para o número fornecido para o efeito, não tendo sido possível entrar em contacto com ninguém".

A confirmação do caso de novo coronavírus gerou alarme social entre os funcionários e no comunicado, o presidente da Comarca explica que " a situação foi comunicada à senhora Delegada de Saúde da Maia, a quem foi, também, comunicada a lista com nome e contactos próximos da Senhora Oficial de Justiça, bem como dos contactos ocasionais".

As instalações do tribunal foram, esta segunda-feira, alvo de uma desinfeção total.

"Todas as diligências urgentes, designadamente de natureza presencial, que houvessem de ter lugar naquele edifício, serão asseguradas no Palácio da Justiça de Matosinhos, pelos Magistrados que ali se encontram de serviço", precisa o comunicado.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG