Torres Vedras

Tribunal deixa em liberdade homem que feriu militar da GNR

Tribunal deixa em liberdade homem que feriu militar da GNR

O Tribunal de Torres Vedras decidiu manter em liberdade, sujeito a termo de identidade e residência, um homem que feriu um militar e furou os pneus da viatura da GNR.

Depois de presente a primeiro interrogatório judicial, o tribunal constituiu o suspeito como arguido e decidiu mantê-lo em liberdade até ser julgado, disse à agência Lusa fonte do comando-geral da GNR.

Segundo a mesma fonte, esta quinta-feira pelas 3.30 horas, o Posto da GNR de Santa Cruz recebeu um alerta de desacatos no interior de um bar de diversão noturna, nesta localidade do concelho de Torres Vedras, no distrito de Lisboa.

A patrulha da GNR deslocou-se apeada ao estabelecimento, por este possuir apenas acesso pedonal, e resolveu os desacatos.

Quando regressava à sua viatura, observou um homem a "furar os pneus", abordou-o e o suspeito acabou por fugir.

Quando foi detido, reagiu, ferindo um dos militares com uma arma branca na mão esquerda.

O militar teve de ser assistido na urgência de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste, onde levou quatro pontos, e encontra-se de baixa, de acordo com a mesma fonte.

Outros Artigos Recomendados