O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Falta de remorsos e estatuto de Ricardo Salgado agravam pena

Falta de remorsos e estatuto de Ricardo Salgado agravam pena

Magistrados consideraram que antigo patrão do Grupo BES desviou 10,7 milhões de euros do Grupo Espírito Santos entre 2010 e 2011. Ex-banqueiro foi condenado a seis anos de prisão

A falta de remorsos e o estatuto económico de Ricardo Salgado foram determinantes na aplicação da pena de seis anos de prisão efetiva a Ricardo Salgado por um coletivo de juízes do Tribunal de Lisboa que o consideram culpado do desvio de 10,7 milhões de euros do Grupo Espírito Santo (GES). Os magistrados entenderam que o ex-patrão do BES cometeu três crimes de abuso de confiança com culpa agravada.

O dolo foi "extremamente agravado" e, por isso, os juízes Francisco Henriques, Rui Coelho e Sílvia Costa entenderam aplicar quatro anos de prisão por cada um dos três crimes, totalizando de 12 anos que foram reduzidos para seis no cúmulo jurídico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG