Polícia Judiciária

Usaram filho para simular assalto e furtaram 200 mil euros a avó

Usaram filho para simular assalto e furtaram 200 mil euros a avó

Uma mulher de 45 anos e um homem de 42 anos foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal por furto qualificado. O casal terá usado um filho para simular um roubo à residência da avó materna, tendo-se apropriado de bens no valor de 200 mil euros.

Segundo um comunicado da PJ, "os presumíveis autores, em janeiro do corrente ano, instrumentalizando um menor de idade, descendente de um deles, simularam um roubo com arma de fogo à residência da avó materna para se apropriarem de inúmeros objetos de elevado valor, ouro e prata, de valor estimado em duzentos mil euros, com os quais se pretendiam locupletar".

Ontem, terça-feira, o Departamento de Investigação Criminal de Setúbal da PJ desencadeou uma operação que "localizou, identificou e deteve" o casal, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática do crime de furto qualificado.

A operação permitiu recuperar uma boa parte dos objetos furtados, tendo sido aprendidos outros que, entretanto, haviam sido adquiridos com o produto das vendas efetuadas.

Os detidos serão agora apresentados a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Outros Artigos Recomendados