Premium

Valentina gostava de ir à casa do pai "porque tinha o irmão pequeno para brincar"

Valentina gostava de ir à casa do pai "porque tinha o irmão pequeno para brincar"

Valentina, de nove anos, terá sido assassinada em casa pelo pai e pela madrasta. População está incrédula e revoltada.

É com uma gargalhada triste entre as lágrimas contidas a custo que João Silvestre, de 73 anos, relembra o dia em que a sobrinha-neta, Valentina, se fechou involuntariamente na despensa de sua casa ao brincar com um gato. "Ficou zangada! Pensou que tinha sido eu a fechar a porta", conta o idoso, antes de, apoiado numa bengala, continuar a transmitir aos moradores no bairro dos Matinhos, no Bombarral, o que sabe sobre a morte e o funeral da menina de nove anos.