Detenção

Vendia vídeos de sexo da namorada menor por 50 euros

Vendia vídeos de sexo da namorada menor por 50 euros

Usando o nome de uma modelo dos países de leste, criou um perfil falso no Instagram para aliciar homens a comprar-lhe vídeos e fotos pornográficas. As imagens eram sacadas da Internet, mas também eram provenientes de filmes caseiros que o desempregado, de 20 anos, fazia com a namorada menor, de 15. Vendia pacotes de vídeos e fotos por 20, 30 ou 50 euros.

O indivíduo, residente em Matosinhos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) do Porto por abuso sexual de menor e pornografia de menor. O tribunal libertou-o com a proibição de contactar a jovem e a obrigação de se apresentar periodicamente às autoridades.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, o arguido conheceu a menor pelas redes sociais, quando este tinha 18 anos e esta 13. Iniciaram uma relação de namoro, que os pais da adolescente aceitaram.

"No decurso desse relacionamento, o arguido viria a registar as práticas sexuais em fotografias e vídeos, levando também a vítima a produzir e a enviar-lhe imagens suas de teor pornográfico", explica a PJ do Porto.

Sem rendimentos, decidiu começar a vender vídeos pornográficos na Internet para ganhar dinheiro. Criou perfis falsos no Instagram, com fotos de apresentação de mulheres atraentes. Numa das páginas, tinha cerca de oito mil seguidores que entravam em contacto com o indivíduo para obter uma amizade virtual.

Depois de estabelecer um diálogo, o desempregado oferecia-lhes pacotes com vídeos que ele produzia a partir de imagens sacadas de sites pornográficos, mas também a partir dos filmes caseiros feitos pela namorada menor. Os interessados pagavam através do sistema MBWay até 50 euros para obter as imagens.

PUB

O esquema, que começou em 2019, durou até terça-feira. Uma familiar da menor encontrou imagens explícitas no telemóvel desta e levou a vítima a denunciar o caso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG