Ministério Público

Vice-presidente de associação em Guimarães acusada de agredir outra mulher com tesoura

Vice-presidente de associação em Guimarães acusada de agredir outra mulher com tesoura

O Ministério Público (MP) acusou uma mulher de tentativa de homicídio por ter desferido um golpe com uma tesoura no pescoço de outra mulher, em fevereiro de 2019, em São Martinho de Sande, Guimarães.

Segundo nota publicada esta sexta-feira na página da Internet da Procuradoria-Geral Regional do Porto, a arguida é vice-presidente de uma associação cujo propósito é apoiar pessoas com todo o tipo de problemas sociais.

Em 9 de fevereiro de 2019, a arguida foi a uma habitação da instituição, sita em São Martinho de Sande, Guimarães, distrito de Braga, para se inteirar das atividades desenvolvidas pelos utentes que ali se encontravam acolhidos.

"No decorrer desta visita, como uma das utentes não tivesse logrado atingir os objetivos definidos para os peditórios, iniciou-se uma discussão envolvendo ambas e também o marido da arguida", acrescenta a nota.

No decurso da discussão, no exterior da habitação, a arguida, com uma tesoura de metal e pontas em bico, "desferiu um golpe no pescoço da referida utente".

A vítima foi assistida pelos bombeiros e pela viatura médica de emergência e reanimação e transportada ao hospital.

Segundo o Ministério Público, "só não perdeu a vida porque, por mero acaso e independentemente da vontade da arguida, o golpe, apesar de extenso e profundo, não atingiu qualquer dos vasos sanguíneos principais que passam no pescoço".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG