A GNR recuperou peças de mais de 300 automóveis furtados, viaturas cujo valor total ascende a cerca de cinco milhões de euros.

Trofa e Vila do Conde

GNR recuperou peças de mais de 300 automóveis furtados

GNR recuperou peças de mais de 300 automóveis furtados

O Comando Territorial do Porto da GNR recuperou os componentes de automóveis na Trofa e em Vila do Conde, numa operação iniciada em 17 de fevereiro e que terminou em 12 de abril, refere a GNR.

"A operação, inserida num processo de investigação sobre crimes de furto e recetação de veículos furtados, foi já concretizada em quatro buscas não domiciliárias efetuadas em armazéns e em estabelecimento comercial de peças usadas de veículos automóveis", revelou esta quinta-feira o Comando Geral da GNR.

Esta operação contou com colaboração de dois peritos da Polícia Judiciária na identificação dos componentes dos mais de 300 automóveis furtados. A investigação detetou componentes de mais de 300 veículos automóveis de gama média alta, com destacando-se as marcas BMW, Renault, Peugeot e Citrõen, furtados durante o período compreendido entre 2011 e 2017 mas com especial incidência entre junho de 2015 e fevereiro de 2017.

Ainda de acordo com a GNR, esta ação "exigiu uma análise, de forma pormenorizada, à proveniência dos milhares de componentes encontrados, destacando-se motores, caixas de velocidades, centralinas, bancos, tetos panorâmicos, eixos, charriots e portas".

O valor das viaturas que se comprovaram terem sido furtadas rondará os cinco milhões de euros, tendo sido iniciados os procedimentos para entrega dos bens agora recuperados aos seus proprietários.