A Provedora de Justiça revelou, em entrevista ao JN, que já recebeu mais de 1500 queixas de atrasos na atribuição de pensões, valor superior às 923 registadas no ano passado.

Entrevista

Provedora de Justiça já recebeu 1500 queixas de atrasos na atribuição de pensões

Provedora de Justiça já recebeu 1500 queixas de atrasos na atribuição de pensões

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG