Justiça

Vieira alvo de ação para o destituir da presidência do Benfica

Vieira alvo de ação para o destituir da presidência do Benfica

Uma ação cível deu entrada na Justiça com vista à impugnação das últimas eleições no Benfica. O autor da ação, um advogado que vive nos Estados Unidos e que é sócio do clube encarnado pretende destituir Luís Filipe Vieira, por considerar que o presidente do SAD instrumentaliza o Benfica em proveito próprio.

Jorge Mattamouros, o jurista que está na origem da ação, assegurou ao Jornal Público que Vieira instrumentaliza o clube para benefício próprio, considerando ainda que o dirigente não faz a separação entre "negócios pessoais" e "dinheiros do clube". Baseia a argumentação em várias declarações do empresário e dirigente encarnado na comissão parlamentar de inquérito às perdas do Novo Banco.

O advogado, pouco conhecido em Portugal, intentou a ação judicial para repor "a legalidade no clube e a decência moral no exercício de poder pelos órgãos sociais", adianta o Público que avançou a notícia, esta quinta-feira.

A deputada do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua é uma das testemunhas citadas pelo advogado por ser uma das vozes mais ativas na comissão de inquérito do Novo Banco.

O Benfica reagiu, entretanto, em comunicado, atirando-se a João Noronha Lopes e afirmando que "o autor desta ação é apoiante e cunhado do candidato derrotado às últimas eleições".

O clube, que se diz "profundamente indignado com mais um atentado à dignidade da instituição", garante ainda que o autor da ação "sofrerá todas as consequências patrimoniais e associativas por agredir o Benfica com a única finalidade de se promover".

PUB

"É tempo, de uma vez por todas, para quem perdeu as eleições aceitar os resultados ditados pelos sócios e respeitar o mandato em curso", pode ler-se na nota.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG