Exclusivo

Vieira tinha quatro "toupeiras" no Novo Banco para se livrar das dívidas

Vieira tinha quatro "toupeiras" no Novo Banco para se livrar das dívidas

O Ministério Público não tem dúvidas. Luís Filipe Vieira recebeu ajuda de quatro "toupeiras" do Novo Banco para conseguir comprar, por nove milhões de euros, dívidas de 54 milhões que tinha na instituição bancária.

O esquema, qualificado de "ardiloso" e financiado por José António dos Santos, o empresário conhecido como "Rei dos Frangos", beneficiou do apoio de dois gestores, de um advogado e do então administrador do Novo Banco (NB) Vítor Fernandes, o qual seria, posteriormente, nomeado pelo Governo para liderar o Banco de Fomento (instituição criada pelo Estado para atribuir linhas de créditos a empresas).

Vítor Fernandes terá ajudado o líder benfiquista a aceder a informação privilegiada sobre a venda de dívidas da Imosteps, de Vieira, considera a equipa do MP liderada pelo procurador Rosário Teixeira, que deteve, quarta-feira, Luís Filipe Vieira, o filho Tiago Vieira, José António Santos e o também empresário Bruno Macedo, por abuso de confiança, burla, falsificação, fraude fiscal e branqueamento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG