Acusação

Violou jovem com défice cognitivo em casa no Seixal

Violou jovem com défice cognitivo em casa no Seixal

Um homem de 44 anos violou uma jovem de 19 anos com défice cognitivo, durante três semanas, em casa de familiares no Seixal. O crime ocorreu em fevereiro de 2020 e o agressor foi agora acusado pelo Ministério Público do crime de violação.

A vítima, natural de São Tomé e Príncipe, estava em Portugal para conseguir tratamento hospitalar para a doença cognitiva de que padece e é sobrinha da dona da casa onde ocorreram os abusos sexuais.

O suspeito é familiar do companheiro da proprietária da casa e estava a residir num quarto alugado da habitação. Ao longo de três semanas, o agressor aproveitou momentos em que estava sozinho com a vítima e violou-a várias vezes.

O homem foi depois detido pela Polícia Judiciária de Setúbal. Tem antecedentes por crimes da mesma natureza e encontra-se em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG