Polícia Judiciária

Vítor Catão e amigo alvos de buscas no caso de ameaças a César Boaventura

Vítor Catão e amigo alvos de buscas no caso de ameaças a César Boaventura

Vítor Catão, atual dirigente do S. Pedro da Cova, assim como um amigo foram, esta quarta-feira, alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária. As diligências prendem-se com suspeitas de sequestro e ameaças a César Boaventura, que foram filmadas pelo próprio Catão e divulgadas em redes sociais, em março

De acordo com informações recolhidas pelo JN, as autoridades realizaram buscas aos dois indivíduos na sequência de uma queixa do agente de jogadores César Boaventura que garantiu ter sido ameaçado por uma arma de fogo, quando se deslocou, em março, ao clube S. Pedro da Cova.

Na altura, Catão, munido do telemóvel, entrou no carro de Boaventura e iniciou-se uma discussão em que o empresário adepto do Benfica foi coagido. O vídeo, de cerca de 10 minutos, mostra pelo menos uma ameaça e tentativa de agressão. Catão fazia-se acompanhar de um amigo que ficou sempre fora do carro. Catão exigia mil euros que Boaventura devia ao S. Pedro da Cova.

Depois deste episódio, Boaventura apresentou queixa, garantido que Catão estava armado.

Hoje, a PJ realizou buscas à procura de eventuais armas. O JN sabe que nada de ilegal encontraram em casa de Catão, que ainda não foi constituído arguido.