Dois incêndios no Caramulo custaram a vida a três bombeiros e destruíram centenas de hectares de floresta, alguma que não era tocada pelo fogo há 70 anos. Durante vários dias, cerca de mil operacionais combateram as chamas, numa gigantesca operação que mobilizou populares, câmaras e o Estado, para que não faltasse comida, água, combustível nas viaturas ou um local para descansar o corpo, entre maratonas de 24 horas, ou mais, a lutar com os fogos.

Incêndios em Portugal

Batalha contra fogo "histórico" que matou três bombeiros no Caramulo

Batalha contra fogo "histórico" que matou três bombeiros no Caramulo

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG