Conteúdo PatrocinadoRede de Proximidade Administrativa

"Espaço Cidadão" abre loja na Gandra junto à estação de comboios

"Espaço Cidadão" abre loja na Gandra junto à estação de comboios

A Câmara Municipal de Valongo inaugurou, esta sexta-feira de manhã, o "Espaço Cidadão da Gandra", que se situa na Galeria Comercial da Passagem Inferior do Edifício de Passageiros da Estação de Comboios de Ermesinde (entrada pela Rua Engenheiro Armando Magalhães), elevando para sete as infraestruturas da rede de proximidade administrativa no concelho.

A Estação de Comboios de Ermesinde, a partir desta sexta-feira, passa a ser não só um ponto de ligação ferro rodoviária, como também de aproximação dos cidadãos e utilizadores aos serviços da Administração Central e Local fruto da abertura da loja do "Espaço Cidadão da Gandra", que estará aberto ao público nos dias úteis, das 10 às 20 horas.

"Este espaço faz parte da rede de proximidade administrativa, que tem neste momento, com esta abertura, sete pontos: Loja do Cidadão, o Gabinete do Munícipe e os Espaços Cidadão, que cobrem todo o território do concelho. Podem encontra a Administração Local e a Administração Central. Não temos tudo aqui neste ponto porque há coisas que não dependem só da Câmara Municipal, mas atos simples ligados ao Cartão do Cidadão, a questões ligadas à Segurança Social, que já são possíveis resolver através da plataforma eletrónica", explica José Manuel Ribeiro, presidente da autarquia, avançando que em Valongo "100 por cento dos serviços estão já desmaterializados".

"As pessoas não têm de ir a Valongo resolver estas questões, isso vai-lhe poupar tempo e dinheiro, pois pode vir a esta loja tratar dos assuntos", salienta o edil, assinalando que este espaço é também um ponto da rede de leitura, no qual também podem ser requisitados e levantados livros da Biblioteca Municipal.

O processo de descentralização dos serviços locais e centrais em Valongo começou há cerca de três ou quatro anos e, segundo José Manuel Ribeiro, "está a correr bem".

A localização do "Espaço Cidadão" na Gandra não foi casual. "Este é um ponto vital, este espaço do Cidadão tem condições para ser o maior do concelho, com exceção da Loja do Cidadão, que tem outros serviços como as Finanças, Segurança Social, pois está numa zona estratégica, porque passam aqui todos os dias milhares de pessoas", justifica o presidente da Câmara Municipal, defendendo que, embora represente um investimento de cerca de 70 mil euros, "é uma aposta ganha".

Face a estar integrado numa estação de comboios, os horários também foram adaptados e são mais alargados do que nos outros "Espaços Cidadão" do concelho (funciona nos dias úteis, das 10 às 20 horas). "Tentamos ajustar os horários à realidade da vida das pessoas, pois não devem ser as pessoas a terem de se adaptar a nós", referiu o autarca, revelando que está em equação a abertura de mais dois pontos desta rede de proximidade administrativa.

"Estamos a estudar mais uma ou duas localizações, uma seguramente no apeadeiro do Susão, em Valongo. Também na mesma lógica de aproveitar o facto de estar num ponto de acesso ao comboio", completou José Manuel Ribeiro.

Os cerca de 170 serviços públicos municipais e centrais disponibilizados nos "Espaços Cidadão" podem ser utilizados por toda a população (residente e não residente), sendo que só no ano de 2019 deram resposta a cerca de 64500 atendimentos.

Na loja da Gandra, a nível da Administração Local, estão representados a ADSE - Instituto Público de Gestão Participada (pedido de cartão europeu de seguro de doença, alteração de dados pessoais, entrega de despesas médicas e segunda via do cartão de beneficiário); AMA - Agência para a Modernização Administrativa (renovação online e presencial de Cartão de Cidadão de maiores de 25 anos, Chave Móvel Digital e alteração e confirmação de morada no Cartão de Cidadão); IMT - Instituto da Mobilidade e dos Transportes (renovação, substituição ou segunda via da carta de condução); DGAJ - Direção-Geral da Administração da Justiça (Registo Criminal para cidadãos nacionais e estrangeiros e Certificados de Contumácia); e IHRU - Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (Programa porta 65 - apoio ao arrendamento jovem).

Este "Espaço Cidadão" integra também o Gabinete de Apoio a Munícipes, junto do qual podem ser solicitados diversos serviços como pedidos de certidões ou cópias de processos, entrega de processos de obras, pedidos de vistorias, pedidos de audiências, inspeções de elevadores, pagamento de refeições escolares, agendamento e atendimentos para habitação social em arrendamento, pedidos de limpeza de terrenos, licença especial de ruído, pedido ou renovação de cartão de residente e estacionamento privativo e comunicação de queima de sobrantes e realização de fogueiras.

Lista e localização dos sete Espaços Cidadão do concelho de Valongo:
Espaço Cidadão de Valongo (Avenida 5 de Outubro, n.º 160) - Dias úteis das 9.00 às 17.30 horas
Espaço Cidadão da Loja de Cidadão de Valongo - Ermesinde (Rua Aldeia dos Lavradores, n.º 240) - Dias úteis das 9.00 às 17.30 horas e sábados das 9.00 às 13.00 horas
Espaço Cidadão Sobrado (Largo do Passal, n.º 100) - Dias úteis das 9.00 às 12.30 e das 14.00 às 17.30 horas*
Espaço Cidadão de Campo (Centro Cultural de Campo, Travessa São Domingos) - Dias úteis das 9.00 às 12.30 e das 14.00 às 17.30 horas*
Espaço Cidadão de Alfena (Centro Cultural de Alfena, Rua São Vicente) - Dias úteis das 9.00 às 12.30 e das 14.00 às 17.30 horas*
Espaço Cidadão da Travagem (Parque Soccer - Rua Elias Garcia n.º 865) - Dias úteis das 9.00 às 12.30 e das 14.00 às 17.30 horas
Espaço Cidadão da Gandra ("Loja Redonda" - Galeria Comercial da Passagem Inferior do Edifício de Passageiros da Estação de Ermesinde) - Dias úteis das 10.00 às 20.00 horas

*a partir de dia 1 de março

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG