Valongo: Um território a descobrir

Mais de 1600 participam no trail de Santa Justa neste domingo 29

A sétima edição do Trail Santa Justa, em Valongo, realiza-se neste domingo, dia 29, a partir das 8 horas, e contará com a presença de 1650 participantes. A prova, que pontua para o nacional, é organizada pela ATAD - Amigos do Trail Associação Desportiva, em parceria com a câmara municipal.

A competição que principia e termina no alto da serra, junto à Igreja de santa Justa, engloba três distâncias: o trail Longo, de 30 quilómetros (1500m D+), o trail Curto, de 15 (850m D+), e a Caminhada, de 6, e será disputada por 1650 participantes, entre atletas federados e amadores.

"Tivemos de encerrar as inscrições por questões logísticas, porque a adesão foi grande. Estipulamos 500 inscritos para os 30 quilómetros, que é a prova do campeonato nacional, e 800 para os 15 quilómetros, o minitrail. O trail kids, que se disputa no sábado, vai ter cerca de 70 crianças e o resto participa na caminhada", explica Brígida Pinto, presidente da ATAD.

"As provas do campeonato nacional chamam atletas de todo o país, depois o circuito de trilhos de Valongo é uma área muito procurada pelos praticantes de running da região e isso faz com que esteja em ascensão", justifica a dirigente, anotando que o Centro de Treinos de Trail ajudou a promover ainda mais o parque das serras do Porto. "Temos condições ótimas para Valongo ser considerada a capital do desporto outdoor", frisou.

No trial de Santa Justa a prova de 30 quilómetros é de Grau IV, mas não obriga a cuidados especiais. "É considerado um trail curto, embora os participantes já conheçam a dureza do terreno das serras de Santa Justa e Pias. É uma prova considerada muito difícil por ser mais técnica, o que requer algum treino, mas no campeonato nacional já são atletas que fazem algumas provas e estão minimamente preparados para isso", salienta a responsável pela ATAD, clube detentor os títulos nacionais masculinos e femininos.

Com as subidas de temperatura previstas, Brígida Pinto lembra a importância de "uma boa hidratação ao longo da prova e proteção solar". "Vamos ter uma farmácia a dar a unidose de protetor para o atleta colocar, pois, às vezes, é daquelas coisas que passam, mas que é fundamental. A nível da hidratação vamos ter muitos pontos de água e o atleta está obrigado a levar o recipiente de líquidos. Na caminhada, a meio do percurso, vamos dar a garrafa de água ao participante, pois temos de ter esse cuidado", frisa a também atleta.