Conteúdo PatrocinadoCultura

Lúcia Moniz e Pedro Lamares na apresentação do "MANIFESTUM arte de dizer Valongo 2019" este sábado

Lúcia Moniz e Pedro Lamares na apresentação do "MANIFESTUM arte de dizer Valongo 2019" este sábado
Produzido por:

A Câmara Municipal de Valongo será palco, este sábado, pelas 15 horas, da Declaração Pública do "MANIFESTUM arte de dizer Valongo 2019", onde estarão à conversa João Habitualmente e Pedro Lamares. Às 21.30 horas, o Fórum Cultural de Ermesinde recebe o evento "Para Atravessar Contigo o Deserto do Mundo", protagonizado por Lúcia Moniz e Pedro Lamares.

O projeto, que se pretende que seja anual, é promovido pela autarquia valonguense, em parceria com a associação cultural Exemplo Extremo, e tem como missão sublinhar Valongo como casa de uma inédita aventura no país: o alcance incomensurável que a palavra dita cria.

"Esta iniciativa insere-se numa aposta muito forte deste executivo municipal no investimento na Cultura, enquanto pilar de formação de cidadãos mais autónomos e envolvidos na vida cívico política de toda a comunidade", salienta José Manuel Ribeiro, presidente da Câmara Municipal, continuando: "o MANIFESTUM interliga-se com a forte aposta no acesso ao livro para todas as idades, através do programa Ler não custa Nada, que desde janeiro de 2014 trouxe mais de 10 mil novos leitores à rede pública de bibliotecas municipais".

Os primeiros passos deste projeto foram dados no início de julho, com os laboratórios de poesia "Para que que alguns a possam amar". Para os próximos dias 8, 10, 15, 17, 22 e 24, estão agendados os laboratórios de Leitura Poética "há palavras que nos beijam", a decorrer na Biblioteca Municipal de Valongo.

Nos dias 25 a 27 de outubro, terá lugar o "Manifestum 2019", com leitura de poesia a decorrer em vários locais da cidade, desde o auditório António Macedo, Biblioteca Municipal, Câmara Municipal, Centro Cultural de Campo, Centro de Documentação da Bugiada e da Mouriscada, Fórum Cultural de Ermesinde, Fórum Cultural Vallis Longus, Museu Municipal e Arquivo Histórico, nova Vila Beatriz, além de espaços empresariais, comerciais e via pública.