31.10.2018

Reuters em Portugal

A fuga das sardinhas para águas mais frias

A fuga das sardinhas para águas mais frias

A agência internacional de notícias Reuters publicou esta terça-feira uma reportagem especial sobre a pesca da sardinha em Portugal. As fotografias são do português Pedro Nunes e foram tiradas em Matosinhos nos dias 28 e 29 de maio.

Como parte da série de reportagens "Ocean Shock", na qual a Reuters explora o impacto das alterações climáticas nos animais marinhos e nas pessoas que deles dependem, a jornalista Maurice Tamman tentou perceber como tem sido a vida dos pescadores em cidades como Peniche ou Matosinhos e ouviu especialistas em Lisboa.

No título e no correr da reportagem, a ideia que Maurice tenta transmitir é de que "Portugal lamenta a fuga das sardinhas para águas mais frias", uma vez que estes peixes são "cada vez mais difíceis de pescar" por causa das mudanças climáticas, que têm aquecido os mares.

"Aqui em Lisboa, o desaparecimento dos peixes mais amados do país magoa a alma portuguesa. Uma nação agarrada ao limite ocidental do continente europeu, que sempre se virou para o mar. Durante séculos, Portugal enviou o seu povo para os oceanos, por vezes traiçoeiros, desde exploradores famosos como Fernão de Magalhães e Vasco da Gama até pescadores pouco conhecidos que deixaram as esposas a chorar na praia", escreve a jornalista da Reuters.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG