O Jogo ao Vivo

12.01.2020

Caminha

Cadela paralítica, cavalos e uma "Ovelha Choné" foram à Bênção dos Animais

Cadela paralítica, cavalos e uma "Ovelha Choné" foram à Bênção dos Animais

A cerimónia de Bênção dos Animais, que todos os anos se realiza na ermida de Santo Antão, em Caminha, atrai cada vez mais criaturas.

Este domingo, compareceram dezenas de animais domésticos, desde vinte e cinco cavalos, a cães de várias raças, entre eles uma cadela paralítica, um carneiro, gatos, porcos da índia, hamsters, galinhas, coelhos e pássaros. E também peluches de estimação como um macaco ou a "Ovelha Choné". "Achei engraçado as crianças trazerem os seus animais imaginários, mas que para elas são animais. São criaturas de Deus, fazem parte da nossa História e foram criadas para o que o ser humano esteja bem", comentou o pároco de Venade, Caminha, padre Paulo Emanuel, que todos os anos em janeiro repete o ritual com cada vez maior afluência.

Este ano participou pela primeira vez a associação Selva dos Animais Domésticos, com cinco cães, entre eles uma cadela paralítica Tuca. "Costumamos levá-la para todo o lado para sensibilizar as pessoas", justificou Karine Torres responsável por aquela associação, referindo: "Viemos pedir a Santo Antão uma bênção para que este ano seja mais leve que os anteriores. Que as pessoas parem de maltratar e de abandonar. Tem sido muito duro. Cada vez há mais abandono de animais. Pensávamos que com estas novas leis fosse diminuir, mas não".

Cândida Rosa Freitas, subiu a Santo Antão, com o carneiro Micolo, que atravessa uma fase menos boa, depois de um dos seus filhos ter emprenhado de uma assentada três das suas cinco ovelhas. "Ele estava emprestado e um dos filhos dele deixou as ovelhas cheias. Agora não sei como vai ser com este, a lidar com elas. É uma situação engraçada, mas não sei como vai ser", conta, referindo que ali foi "pedir saúde para os animais e para as pessoas".

Alberto Guimarães também subiu à ermida, montado no seu cavalo Ícaro. "É a primeira vez que venho. Uma senhora amiga que tem um picadeiro em Moledo, a Elisa, convidou-nos para vir à bênção e estou a adorar. A paisagem é lindíssima e o local é magnífico", comentou.

À porta da pequena ermida, o casal Hugo e Tatiana Fonseca, e o filho Francisco com 3 anos, pediram a benção para os seus pássaros e também para uma Ovelha Choné de peluche, maior do que a criança. "Trazê-la, foi simbólico", comentou a mãe.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG