O Jogo ao Vivo

Transportes

Ir de Aveiro a Águeda vai passar a demorar 10 minutos

Ir de Aveiro a Águeda vai passar a demorar 10 minutos

Foi aprovado o acordo entre os municípios de Aveiro e Águeda e a Infraestruturas de Portugal para construir eixo há muito ansiado, que vai permitir ligar os dois concelhos por um percurso de 14 quilómetros.

Quando o Eixo Rodoviário Aveiro/Águeda estiver concluído, a ligação entre os dois concelhos vai poder ser feita em cerca de 10 minutos. Atualmente, demora meia hora. Essa realidade está mais próxima, uma vez que, esta quinta-feira, as Câmaras de ambos os municípios anunciaram que aprovaram, individualmente, o acordo de colaboração que vai ser assinado entre as duas e a Infraestruturas de Portugal (IP), para construção da nova ligação, que ficará concluída até 2023.

"Este é um dia histórico para Águeda e para esta região", sublinhou Jorge Almeida, presidente da Câmara de Águeda, frisando que a ligação, "há muito ansiada pelas populações dos dois concelhos, é uma luta de várias gerações de políticos aguedenses". "Pela primeira vez, é conseguido um acordo que irá viabilizar uma obra de extrema importância para o crescimento da região", explicou o autarca.

De acordo com a Câmara de Aveiro, a nova ligação tem um "custo estimado de 2,2 milhões de euros", que será "financiado em 85% pela IP" e que terá liderança, na execução, dos municípios de Aveiro e de Águeda. Existe a possibilidade, contudo, de a obra ter financiamento a 100%, através do Plano de Recuperação e Resiliência, uma vez que é um dos investimentos estratégicos que o Governo incluiu na proposta do documento.

Trajetos "desajustados"

A autarquia aguedense deu mais pormenores sobre o projeto, adiantando que a nova ligação rodoviária vai ser "constituída por duas vias, em cada sentido, preferencialmente com perfil de autoestrada". Assim, a ligação vai ser feita por Travassô, passando por Eirol, cruzando a A1 e a A17 e terminando na rotunda do Parque de Feiras e Exposições de Aveiro. "Estima-se que a distância percorrida passe a ser de cerca de 14 quilómetros, reduzindo-se em cerca de 40% a extensão do percurso, em comparação com as vias em uso", acrescentou o município.

Atualmente, a circulação entre os dois concelhos faz-se por três trajetos distintos, todos eles, segundo a Câmara de Águeda, "bastante saturados, demorados e desajustados, face às necessidades".

PUB

De acordo com a Câmara de Aveiro, as duas autarquias vão iniciar, "de imediato, os atos preparatórios para lançar um concurso público para a contratação de projetista" do novo eixo rodoviário.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG