Exclusivo

Leilão de bicicletas da Órbita só pagará pequena parte da dívida

Leilão de bicicletas da Órbita só pagará pequena parte da dívida

O primeiro leilão de bicicletas, acessórios, peças e equipamentos da Órbita, a fábrica de bicicletas de Águeda que faliu, rendeu, ontem, 270 mil euros, dinheiro que servirá para pagar apenas uma pequena parte das dívidas aos credores.

Fonte próxima do processo disse ao JN que as dívidas da Órbita ascendem aos "15 milhões de euros, sendo que cerca de 10 milhões estão condicionados". Entre os valores "condicionados" encontra-se a dívida para com a EMEL, que ronda os seis milhões de euros.

O primeiro lote foi vendido por 170 mil euros, um valor 35 mil euros acima do preço-base de licitação, que era de 135 mil euros. Foi arrematado por uma empresa dedicada à compra e venda de material em leilões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG