O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Arte ensina a "não tratar mal" quem tem dificuldades

Arte ensina a "não tratar mal" quem tem dificuldades

O espetáculo comunitário de inclusão social que este sábado sobe à cena no Cineteatro Alba, em Albergaria-a-Velha, pretende mostrar como a arte pode ser uma ponte para ultrapassar diferenças. Em cima do palco estarão meia centena de pessoas, dos nove aos 83 anos.

Os participantes são utentes da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDCM) de Albergaria-a-Velha, idosos do coro "Trauteias e Rodopias" e elementos da comunidade que não quiseram perder a oportunidade de participar.

Ao longo dos últimos meses, estes "artistas" têm aprendido a "quebrar barreiras" para prepararem, nesta que é já a sétima edição do projeto municipal Pontes Sonoras, um espetáculo que dá pelo nome de "Sete". A partir daquele número, "construímos em conjunto um guião" com "festa e animação, para que tanto quem está no palco como na plateia se divirta", revela ao JN o diretor artístico Bruno Moreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG