O Jogo ao Vivo

Diferendo

Arouca fecha parque do estádio a cadeado e Câmara chama GNR

Arouca fecha parque do estádio a cadeado e Câmara chama GNR

A GNR foi chamada depois de a Câmara de Arouca se ter visto impossibilitada de entrar no parque de estacionamento do Estádio Municipal. Em causa está um diferendo entre a Autarquia e a direção do Futebol Clube de Arouca.

Em comunicado, a Autarquia diz ter sido "obrigada" a chamar a GNR ao Estádio Municipal, "que é sua propriedade e em plena posse dos seus direitos, para cortar os cadeados que impediam o acesso ao parque de estacionamento desta infraestrutura municipal e que irá ser usado como parque de estacionamento da Feira das Colheitas".

A Câmara Municipal recorda que os dirigentes do Futebol Clube de Arouca "concretizaram assim a ameaça que haviam feito de impedir a utilização do Estádio Municipal, caso o Município não levasse a cabo um conjunto de obras reivindicadas pelo Clube" e que, diz o município, é da responsabilidade do Futebol Clube de Arouca.

PUB

"É da sua exclusiva responsabilidade conforme estipulado no contrato de cedência de utilização de infraestruturas desportivas - Estádio Municipal de Arouca celebrado entre o Município de Arouca e o Futebol Clube de Arouca - Futebol SDUQ (cf. Cláusula 6.ª)", explicou.

"O Município expressa assim o veemente repúdio pela atitude dos dirigentes do Futebol Clube de Arouca, que em nada dignifica e honra o grande Clube que o FC Arouca é e cujas insígnias estes mesmos dirigentes deveriam ser os principais guardiães".

Em comunicado emitido ao final da tarde, o clube indicou que a Autarquia "não pode impor a sua utilização [do parque de estacionamento] sem o mínimo de diálogo ou concertação com o seu "inquilino".

É, ainda, referido que o Arouca, "atempadamente e de boa fé, comunicou ao Município, que a cedência daquele espaço não seria possível, por razões que se prendem com a segurança e com o planeamento dos treinos e jogos de preparação com vista à nossa participação na competição de natureza profissional da Liga Portugal".

O Futebol Clube de Arouca adianta que, nos termos do contrato de cedência do Estádio, "o mesmo apenas poderá ser utilizado pelo Município para a realização de eventos desportivos, culturais ou lúdicos", o que será incompatível com a utilização como parque de estacionamento, "bem como ignorando as perturbações e conflitos que essa utilização tem nos treinos e jogos já agendados".

Também os comentários da Autarquia sobre os dirigentes são considerados "despropositados, descabidos e contrários à opinião da grande maioria dos Arouquenses, diz mais sobre o quem os faz do que sobre quem eles são feitos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG