Aveiro

Atirar cavacas no São Gonçalinho só com teste covid

Atirar cavacas no São Gonçalinho só com teste covid

Festa do padroeiro do bairro da Beira-Mar, em Aveiro, decorre entre 10 e 16 de janeiro.

Atirar cavacas do cimo da Capela de São Gonçalinho para cumprir promessas só vai ser possível com a apresentação de certificado de vacinação e de teste à covid-19 negativo. A mordomia que organiza os festejos em honra do padroeiro do bairro da Beira-Mar, em Aveiro, deu esta segunda-feira a conhecer o programa das celebrações - que volta a contar com concertos na Praça do Peixe - e os moldes, adaptados à pandemia, em que a festa vai decorrer.

As Festas em Honra de São Gonçalinho decorrem a 10 de janeiro - dia do padroeiro - e, depois, no fim de semana seguinte, de 14 a 16. Segundo a mordomia, "o largo da capela terá acesso condicionado, no qual só será permitida a entrada mediante a apresentação do certificado de vacinação". Para subir ao topo da capela e atirar cavacas, aí é obrigatório também ter um teste à covid-19 negativo.

Este ano, os momentos musicais dos festejos voltam ao bairro da Beira-Mar, mais concretamente à Praça do Peixe. No dia 10, pelas 21.20 horas, atuam a Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro e a Tuna Universitária de Aveiro.

No dia 15, às 18 horas, tem lugar a festa de música eletrónica Faina; às 22 horas, sobem a palco os Senza; às 00.30 horas, há "DJ Set Discoteque". Dia 16, pelas 21.30, atua a Banda Polk.

O dia 14, sexta-feira, é o único em que a música só acontece dentro de portas, com um concerto de Carolina Deslandes, pelas 21 horas, no Teatro Aveirense, e outro do Coral da Vera Cruz, à meia-noite, na capela. Para entrar nos recintos dos concertos é obrigatório usar máscara e apresentar certificado de vacinação.

Durante os dias de festa, também existem dois momentos de pirotecnia, ambos no Canal de São Roque. Dia 10, às 23.30 horas, um espetáculo piromusical e, dia 16, às 23 horas, fogo de artifício.

PUB

4 Dias de festa - Programação foi adiada em relação ao inicialmente previsto, devido à semana de contenção decretada pelo governo (de 2 a 9 de janeiro).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG