Rossio

Aveiro não vai ter festejos na passagem de ano  

Aveiro não vai ter festejos na passagem de ano  

Obras de requalificação do Rossio na origem da decisão da Câmara. Programa "Boas Festas", com atividades para a época natalícia, foi apresentado esta segunda-feira.

A cidade de Aveiro, este ano, volta a não ter passagem de ano na rua. No ano passado e há dois anos, a Câmara não organizou os festejos devido à pandemia. Desta vez, adiantou fonte oficial do município ao JN, estão em causa as obras de requalificação do Rossio - local onde, habitualmente, acontecia a programação da passagem de ano e o fogo de artifício -, que ainda se encontram a decorrer.

Apesar de não haver nenhum programa específico para a noite da passagem de ano, o mesmo não acontece com a época natalícia. A Câmara anunciou, esta segunda-feira, o programa "Boas Festas em Aveiro", que decorrerá de 1 de dezembro a 10 de janeiro.

PUB

O destaque vai para a ligação da iluminação de rua e da árvore de Natal - uma das maiores do país, com 50 metros de altura -, agendada já para quinta-feira, às 17.30 horas, no Cais da Fonte Nova. O momento conta com um espetáculo piromusical. Em simultâneo, os sinos de cinco torres sineiras do centro da cidade vão soar em conjunto. No mesmo dia, decorre o desfile de pais natais em barcos moliceiros e abre a Casa do Pai Natal, situada também no Cais da Fonte Nova.

Do "Boas Festas em Aveiro" constam, também, mercados de Natal e atividades como "A Magia do Natal", com a apresentação de quatro espetáculos destinados às famílias, sempre às 18.30 horas, no Centro de Congressos de Aveiro, nos dias 19, 20, 26 e 27 de dezembro. Em cada dia é apresentado um espetáculo diferente.

Além disso, o programa inclui o Concerto de Ano Novo, pela Orquestra Filarmonia das Beiras, a 1 de janeiro, pelas 18 horas, e o Concerto de Reis, pelo Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Aveiro, a 6 de janeiro, pelas 21.30 horas. Ambos acontecem no Teatro Aveirense.

Também em janeiro, entre os dias 6 e 10, têm lugar as Festas de São Gonçalinho, das quais a Câmara é parceira. O programa, da responsabilidade da Mordomia de São Gonçalinho, ainda não foi tornado público.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG