Saúde

Câmara de Aveiro liberta terrenos para a ampliação do hospital

Câmara de Aveiro liberta terrenos para a ampliação do hospital

A Câmara de Aveiro vai fazer as demolições necessárias e limpeza dos terrenos para a ampliação do Hospital Infante D. Pedro, dando cumprimento, pela sua parte, ao memorando celebrado com entidades académicas e da saúde.

De acordo com uma nota de imprensa hoje divulgada pela autarquia, o executivo municipal deliberou adjudicar a empreitada para a requalificação da zona do antigo Estádio Mário Duarte, que inclui a sua demolição e limpeza do terreno, à sucursal em Portugal da empresa Extraco, Construccions e Proxectos, S.A., pelo preço de 379.145,31 euros, acrescido de IVA, e um prazo de execução de 120 dias.

A demolição do antigo Estádio Mário Duarte "vai dar um contributo fundamental para a ampliação do Hospital Infante D. Pedro, no quadro do Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV), com a construção do edifício que vai albergar a consulta externa e o Centro Académico Clínico", salienta a Câmara.

No texto, o executivo liderado por Ribau Esteves (PSD) reitera "o empenho no trabalho de equipa com o Centro Hospitalar do Baixo Vouga, a Universidade de Aveiro, o Ministério da Saúde e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, como entidade gestora do Programa Operacional Regional, dando cumprimento à execução do memorando 'Mais Conhecimento Melhor Saúde em Aveiro'".

A Câmara de Aveiro havia já demolido os antigos armazéns municipais, situados junto ao Hospital Infante D. Pedro e à escola João Afonso de Aveiro, espaço provisoriamente utilizado como parque de estacionamento e que se destina também à futura ampliação do hospital.

No projeto de expansão do Hospital Infante D. Pedro figura a construção de novos blocos para a consulta externa e para o Centro Académico Clínico.

O novo Centro Académico Clínico foi acordado no memorando "Mais Conhecimento Melhor Saúde em Aveiro", celebrado entre a Universidade de Aveiro, a Câmara Municipal de Aveiro e o Centro Hospitalar do Baixo Vouga, com o envolvimento também da Universidade Nova de Lisboa e da Administração Regional de Saúde do Centro.

"A ampliação e qualificação do Hospital Infante D. Pedro com Centro Académico Clínico visa cumprir uma aposta no fomento do empreendedorismo e da inovação nas áreas das ciências médicas, da saúde e da investigação, melhorando os serviços de saúde e a qualidade de vida da população".