Exclusivo

Casas polémicas de Tomás Taveira vão custar milhão e meio

Casas polémicas de Tomás Taveira vão custar milhão e meio

O arquiteto Tomás Taveira justifica as críticas às duas moradias de Aveiro com a falta de conhecimento e prevê que sejam uma atração.

As duas moradias "pós-modernas" que o arquiteto Tomás Taveira está a desenhar para o cimo de uma colina situada no principal acesso a Aveiro, ao lado da A25, com vista para a ria, e que estão a gerar críticas nas redes sociais, deverão custar cerca de um milhão e meio de euros cada, apurou o JN junto de fontes imobiliárias. São duas casas coloridas e com formas pouco vistas, na zona das Agras, com grandes áreas, entre 700 e quase 900 m2 de área de construção, com elevador, possibilidade de piscina e outros luxos que Tomás Taveira diz estar a desenhar ao centímetro. "As casas de banho são palácios, não pelo tamanho, mas pelo requinte", disse ontem, a título de exemplo, o arquiteto ao JN.

Pedro Patrício, da "Moreira e Patrício", promotora imobiliária do projeto, explicou que a escolha de Tomás Taveira para o empreendimento "Alto das Agras" correspondeu à pretensão de obter um "projeto irreverente para um local raro". "Sabia que podia provocar críticas, mas não esta polémica nas redes sociais", afirmou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG