Ambiente

Dragagens na Ria de Aveiro atraem espécies em busca de comida

Dragagens na Ria de Aveiro atraem espécies em busca de comida

As dragagens da empreitada de desassoreamento da Ria de Aveiro estão a atrair várias espécies de aves em busca de alimento e até uma raposa já foi vista junto das condutas.

De acordo com a Sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro, tem-se verificado que as áreas de depósito de dragados servem de zonas de alimentação de várias espécies de aves, em particular na baixa-mar.

"É frequente assistir a aglomerados de aves, nomeadamente garça-vermelha, peneireiro-cinzento, entre outras, durante a deposição de dragados, em busca de alimentos que possam advir do material depositado, como pequenos crustáceos, bivalves ou ainda peixes", refere a empresa.

Durante o período de reprodução foram detetados vários ninhos em locais de deposição nas margens da Ria, nos concelhos da Murtosa e de Ovar, e na praia a sul da Costa Nova, um deles por baixo do tubo de descarga de dragados para o mar, que lhe serviria de proteção.

"Já ocorreu o nascimento de alguns exemplares, nomeadamente da espécie borrelho-de-coleira-interrompida, e foi observada a interação de outras espécies, como por exemplo uma raposa atravessando uma área onde se encontrava a tubagem de repulsão", acrescenta.

Esse episódio, para aquela sociedade, "demonstra que a obra não afeta a normal vivência de várias espécies no habitat da Ria de Aveiro".

Os trabalhos de dragagem na Ria de Aveiro decorrem com recurso a seis dragas e três batelões, que se encontram a operar no canal de Ovar, a sul da Praia do Areinho, no canal de acesso ao cais da Ribeira, no rio Boco, a norte e a sul da ponte da Água Fria, e no Canal de Mira, a sul da ponte da Barra.

PUB

"A intervenção é acompanhada desde o seu início por biólogos e técnicos especialistas nos ecossistemas em causa, dada a elevada sensibilidade destes ambientes e das suas ocupações, com especial relevância para as áreas de deposição de sedimentos, por se tratarem de espaços onde bastantes espécies de aves aquáticas se alimentam e abrigam", salienta a mesma fonte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG