Acidente

Estudantes feridos em incêndio na Universidade de Aveiro já tiveram alta

Estudantes feridos em incêndio na Universidade de Aveiro já tiveram alta

Já tiveram alta os dois estudantes da Universidade de Aveiro que, na manhã desta terça-feira, sofreram ferimentos ligeiros na sequência de um incêndio que deflagrou num laboratório do Departamento de Química.

O alerta para o incêndio foi dado às 10.35 horas, tendo sido mobilizados para o local nove operacionais apoiados por um veículo de combate a incêndios e duas ambulâncias. O comandante dos Bombeiros Velhos de Aveiro, Carlos Pires, disse que o incêndio terá tido origem numa "reação química entre dois produtos".

Dois estudantes, de 27 anos, foram transportadas para o Hospital de Aveiro com "queimaduras de primeiro e segundo grau", referiu o mesmo responsável, tendo tido alta cerca de uma hora e meia depois, confirmou o JN.

O comandante Carlos Pires adiantou que o laboratório sofreu danos "muitos ligeiros", mantendo-se operacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG