Exclusivo

Hospital de Aveiro condenado por recusar contratar mulher que amamentava

Hospital de Aveiro condenado por recusar contratar mulher que amamentava

O Tribunal do Trabalho de Aveiro condenou o Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV) a pagar uma indemnização de 15 mil euros por não ter contratado uma mulher que pediu dispensa de turnos para amamentar o filho.

A decisão ainda não transitou em julgado e o CHBV, que reúne os hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja, deverá recorrer, apurou o JN junto de fonte hospitalar.

O caso aconteceu em 2018 e levou a um processo judicial, que teve sentença há dias. Agna Oliveira, de 44 anos, alegou que o CHBV não a contratou para o lugar de assistente operacional, para o qual havia sido selecionada por concurso público, por ter requerido o direito a amamentar o filho, então com 19 meses, não fazendo turnos da noite como se esperava. Segundo a própria, na ocasião a enfermeira diretora disse-lhe, num tom "ameaçador e discriminatório", que deveria ter sido "desclassificada" por não poder trabalhar por turnos e que seria um "prejuízo para o hospital".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG