Aveiro

Ama de companhia enganou-se na via e conduziu um dos patrões à morte

Ama de companhia enganou-se na via e conduziu um dos patrões à morte

Provavelmente sem se aperceber que estava a conduzir em contramão, Maria Regina Flamengo, de 65 anos, continuou ao volante mais de 100 metros, esta segunda-feira, cerca das 17.15 horas, em Esgueira, Aveiro.

Sempre em sentido contrário, desceu a rua que dá acesso aos hipermercados Continente e Pingo Doce, entrou na Estrada Nacional 109 e acabou por chocar frontalmente com um carro que seguia na sua mão.

Do acidente, para o qual as autoridades não encontraram inicialmente explicação, resultou um morto, Manuel Oliveira, de 88 anos, residente na Quinta do Picado, Aradas, patrão de Regina e que viajava ao lado dela, no banco do "pendura". Já a condutora e a idosa - esposa da vítima mortal - ficaram gravemente feridas, enquanto o condutor do outro carro sofreu ferimentos ligeiros.

João Oliveira, de 40 anos, da Murtosa, ia sozinho ao volante do seu Mitsubishi, na EN 109, sentido Aveiro-Cacia, quando, ao longe, à sua direita - na ladeira que liga a 109 à Zona Industrial de Taboeira e aos hipermercados - avistou um Golf em contramão, de acordo com o que contou à PSP. Segundos depois, "apanhou" com o Golf.

Maria Regina, natural de Verdemilho, Aveiro, Manuel Oliveira e a esposa, Maria Branco, ambos de 88 anos e da Quinta do Picado, Aveiro, ficaram encarcerados no carro. Quando os Bombeiros Novos de Aveiro chegaram ao local, e após retirarem as vítimas de dentro do veículo, aperceberam-se que o idoso estava em paragem cardiorrespiratória. Procederam, de imediato, às manobras de reanimação, mas Manuel acabaria por falecer a caminho do hospital.

Condutora sem memória

Logo após ao acidente, ferida, Maria Regina não conseguia explicar o que teria acontecido minutos antes. Não conseguiu recordar de onde vinha, onde morava, nem o que aconteceu. Por isso, a única versão ouvida foi a do condutor do outro veículo, João Oliveira.

Segundo o Jornal de Notícias apurou, há vários anos que Regina era ama de companhia de Manuel e de Maria, na casa do casal, na Quinta do Picado. Tomava conta dos idosos dia e noite e levava-os sempre que saíam de casa, para, por exemplo, irem às compras ou a consultas médicas.

Maria Regina e Maria Branco continuavam internadas no Hospital de Aveiro. João teve alta ao início da noite. A PSP de Aveiro vai investigar o acidente.

ver mais vídeos