Exclusivo

Portagens sufocam empresas e famílias que residem em Aveiro

Portagens sufocam empresas e famílias que residem em Aveiro

Entrar e sair de Aveiro sem pagar é um pesadelo, porque o município está rodeado de autoestradas portajadas. Seja pela A17, pela A25 (só o troço Aveiro/Praia da Barra não é pago) ou mesmo A29, no limite com Angeja, Albergaria-a-Velha.

Sem reais alternativas, há quem tente fugir para estradas secundárias, mas acaba a pagar outro custo: longas filas por vias estreitas que tornam as viagens muito mais morosas. A principal eleita tem sido a antiga EN109 (hoje municipalizada e batizada de Avenida Europa), que está extremamente congestionada.

Em Cacia, localidade densamente povoada que é atravessada por este eixo viário, não faltam queixas e já foram promovidos abaixo-assinados a pedir soluções.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG