Obras

Serviços da Câmara de Aveiro na Secundária Homem Cristo

Serviços da Câmara de Aveiro na Secundária Homem Cristo

A Câmara de Aveiro vai construir "um edifício de raiz para albergar" a Secundária Homem Cristo e aproveitar o velho imóvel, junto aos Paços do Concelho, para alojar os serviços municipais que atualmente estão no Centro de Congressos (antiga fábrica Campos).

A localização do novo estabelecimento de ensino ainda não está definida, mas ficará na zona "central" da cidade, entre o campus da Universidade e a estação de caminho de ferro, avançou o presidente da autarquia, Ribau Esteves, esta terça-feira, no fim de um périplo por diversas obras em estabelecimentos de ensino.

"A Câmara não pode continuar onde está, estamos a incomodar profunda e gravemente o Centro de Congressos", explicou o autarca, sublinhando que a intenção é "manter a traça" da Secundária Homem Cristo e "criar na ala central uma unidade museológica que conte a história do edifício e do seu patrono", um compromisso assumido com a direção do agrupamento.

PUB

Os trabalhos nesta escola decorrem de um acordo com o Ministério da Educação. No âmbito desse acordo já foram realizadas obras na EB 2,3 João Afonso de Aveiro e na Jaime Magalhães Lima. Também estão previstas ações profundas de requalificação na EB 2,3 de S. Bernardo e no Conservatório de Música de Aveiro.

Obras de 11 milhões

A Câmara está a qualificar a rede de Pré-escolar e 1.ºCiclo do concelho, tendo em curso obras de ampliação e de construção de novos edifícios, que ascendem a 11 milhões de euros.

Hoje, o edil visitou trabalhos que decorrem em Nossa senhora de Fátima, Bonsucesso, Azurva, Póvoa do Paço, Solposto e a preparação do estaleiro em Eixo. São suportados pelo orçamento municipal, mas Ribau Esteves espera conseguir fundos no âmbito dos programas Portugal 2020 e Portugal 2030.

Em breve avançarão também obras nas escolas de Alumieira, Leirinhas, Sarrazola, Oliveirinha e Costa do Valado.

O parque do Pré-escolar e 1.º Ciclo deverá ficar totalmente qualificado "até o verão de 2025", estima Ribau Esteves.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG