Aveiro

Visitas interditas no hospital de Aveiro e consultas condicionadas

Visitas interditas no hospital de Aveiro e consultas condicionadas

A administração do Hospital de Aveiro interditou as visitas a familiares internados, com exceção para a obstetrícia, e impôs limites às consultas e análises.

"Por deliberação do Conselho de Administração, as visitas a doentes internados, no hospital de Aveiro, estão interditas, a partir de amanhã, 14 de março e até indicação em contrário", lê-se num comunicado emitido por aquela instituição.

"O Serviço de Obstetrícia é exceção única, podendo entrar o pai", acrescentou o Hospital de Aveiro, que anunciou novas regras paras consultas e colheitas de sangue.

"Os utentes apenas deverão deslocar-se ao hospital (Aveiro, Águeda e Estarreja) para realizar colheitas para análises se tiverem consulta marcada no espaço de uma semana", esclarece a administração.

"Esta regra não se aplica a doentes oncológicos em tratamento de quimioterapia, que mantêm as suas colheitas normais", acrescenta o comunicado.

Segundo o balanço diário da Direção-Geral de Saúde, divulgado este sábado de manhã, estão confirmados 169 casos positivos de Covid-19 em Portugal, mais 57 do que os 112 registados na sexta-feira.

Dos 169 casos positivos, há 114 pessoas internadas, 10 das quais nos cuidados intensivos. O boletim regista mais um doente recuperado.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG