Floresta

Incêndio que afetou Castelo de Paiva e Arouca dominado

Incêndio que afetou Castelo de Paiva e Arouca dominado

O incêndio que lavrou, desde a tarde de sexta-feira, em zonas de floresta nos concelhos de Castelo de Paiva e Arouca foi dado como dominado por volta das 5 horas deste sábado.

No local continuam quase 250 operacionais apoiados por 70 viaturas em operações de rescaldo e a dar resposta às reativações.

"Está dominado mas temos muitos pontos quentes e reativações. Uma máquina de arrasto vai ajudar-nos a fazer cortes para conseguirmos chegar a zonas de acesso difícil", explicou, esta manhã, ao JN, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Castelo de Paiva, Joaquim Rodrigues, depois de uma noite no combate ao incêndio.

Os ventos previstos para a tarde fazem temer que alguns focos voltem a ficar ativos, assumiu o comandante.

Recorde-se que o incêndio começou na sexta-feira, por volta das 15.50 horas, em Castelo de Paiva, onde afetou as localidades de Bairros e Real, e progrediu para o concelho de Arouca, nomeadamente para Serabigões. O fogo chegou perto de habitações, sem nunca as pôr em risco, obrigou ao corte de estradas e foi ponderada a retirada das pessoas, mas acabou por não ser necessária.

Joaquim Rodrigues queixava-se, ontem, das dificuldades causadas pela falta de acessos e pelo combustível existente no terreno. "Houve madeira abatida, mas não fizeram limpeza e havia muitos ramos de eucaliptos", explicava.

Outras Notícias