Iniciativa

Banhos do século passado recriados em praia de Espinho

Banhos do século passado recriados em praia de Espinho

Espinho viveu, na tarde deste domingo, um regresso ao passado com a recriação histórica de mais uma edição da iniciativa "Vir-a-Banhos". Figurantes de associações locais recriaram o quotidiano das gentes que procuravam as águas terapêuticas desta estância balnear no início do século XX.

A praia da rua 33 foi o local da encenação onde não faltaram os veraneantes, teatro de robertos, fotógrafo "à la minuta" e os sempre presentes vendedores ambulantes.

Cerca de uma centena de elementos, trajados a rigor, deram vida aos costumes de quem se deslocava à praia, muitas vezes por indicação médica. "Senhor banheiro, a minha filha precisa de cinco banhos", referia uma das figurantes segurando a filha pela mão.

PUB

Eram poucos os que, nessa altura, se aventuravam no mar sem ser com a anuência e auxílio de um banheiro.

O evento atraiu centenas de turistas a Espinho. Satisfeito com a adesão do público, o presidente da Câmara Municipal, Miguel Reis, referiu que se tratou de "mais um momento cultural que animou a cidade", cheia de turistas e com outras iniciativas a decorrer.

"Vir-a-Banhos" é uma organização da Câmara Municipal de Espinho com o apoio do Grupo Cultural e Recreativo Semente, Rancho Folclórico Santiago de Silvalde, Rancho Folclórico Nª Srª dos Altos Céus, Rancho Regional Recordar é Viver, Associação Espinho Vida e Associação Desportiva Gymnostar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG