O Jogo ao Vivo

Municípios

Câmara de Espinho garante reabertura da Extensão de Saúde da Marinha

Câmara de Espinho garante reabertura da Extensão de Saúde da Marinha

A Câmara Municipal de Espinho vai disponibilizar uma verba de 70 mil euros para a realização de obras no atual Centro de Saúde de Silvalde, tendo colocado como condição a reabertura da Extensão de Saúde da Marinha, há muito reivindicada pela população local.

Esta decisão ocorre na sequência de críticas públicas da falta de condições do Centro de Saúde de Silvalde, onde funciona a atual Unidade de Saúde Familiar (USF Mar à vista), que passou a acolher os utentes da Extensão de Saúde da Marinha, entretanto fechada e que se situava no bairro piscatório.

Aquando do encerramento da Extensão de Saúde da Marinha, foram prometidas obras nas instalações da USF, mas as mesmas nunca se concretizaram. Agora, a Câmara Municipal diz que vai custear a respetiva intervenção, depois de garantida a desejada reabertura daquele serviço de saúde do bairro piscatório.

Vicente Pinto, vice-presidente da Câmara de Espinho, considera que "só desta forma ficam asseguradas as condições para um serviço de saúde de qualidade e próximo das pessoas".

Esclarece, ainda, que a autarquia de Espinho, o Agrupamento de Centros de Saúde Gaia/Espinho e o diretor da USF "chegaram a um princípio de entendimento para resolver um grave problema no atendimento dos utentes em Silvalde".

Ainda não foi divulgado o tipo de serviço que será disponibilizado na Extensão de Saúde da Marinha. Contudo, o JN apurou que a mesma será destinada a serviços administrativos e possíveis tratamentos de enfermagem, entre outros, diminuindo as deslocações dos habitantes do bairro piscatório à USF Mar à Vista.

Outras Notícias