O Jogo ao Vivo

Espinho

Casal a viver num carro em Espinho recupera casa e rendas em atraso

Casal a viver num carro em Espinho recupera casa e rendas em atraso

Um casal com cerca de 60 anos que está há mais de dois anos a viver num carro estacionado em Espinho chegou a acordo para recuperar a sua casa em Ovar, arrendada a inquilinos com rendas em atraso.

O casal foi despejado da sua habitação em Esmoriz, Ovar, em outubro de 2016 por causa de uma dívida.Desde então, vivem num carro estacionado num terreno baldio, junto à linha de comboio em Espinho e lutam para recuperar a segunda casa que têm e que se encontra arrendada a inquilinos que não pagam a renda desde julho de 2016.

Os advogados de ambas as partes estiveram reunidos antes do início do julgamento da ação de despejo, que estava agendado para esta segunda-feira no Tribunal de Ovar, e chegaram a um entendimento.

"Não chegámos a ir à sala de audiências. Foi tudo decidido no gabinete da juíza entre os advogados dos autores e o advogado da ré", disse à Lusa a advogada Teresa Azevedo que defendeu gratuitamente o casal, juntamente com o seu colega Filipe Gonçalves.

A causídica explicou que os inquilinos vão ter de entregar a habitação ao casal que vive no carro até ao dia 28 de fevereiro e pagar sete mil euros, relativo às rendas em atraso.

"Se não entregarem a casa, vão ter de pagar dois meses de renda por cada mês que ali permaneçam", adiantou a advogada.