Câmara

Espinho quer videovigilância nas ruas da cidade para combater criminalidade

Espinho quer videovigilância nas ruas da cidade para combater criminalidade

O presidente da Câmara Municipal de Espinho, Pinto Moreira, quer ver instaladas câmaras de videovigilância na cidade. A medida é justificada com o aumento dos casos de criminalidade

O pedido de autorização para a instalação do sistema de videovigilância em determinados pontos do espaço público, em cooperação com as forças policiais a quem compete a instrução do respetivo processo, foi já enviado para o Ministério da Administração Interna

No requerimento enviado, com o enquadramento jurídico exigido, Pinto Moreira fundamenta a urgência e a necessidade de instalação de câmaras de videovigilância nas principais artérias de Espinho com o facto de esta tecnologia ser capaz de permitir "uma maior e mais pronta intervenção policial, aumentando também o sentimento de segurança junto da população local".

Esse pedido acontece depois de um "registo acentuado de criminalidade no concelho de Espinho que se traduziu numa vaga de assaltos nas últimas semanas a estabelecimentos comerciais, pessoas e residências".

A Câmara Municipal de Espinho, no seguimento de reuniões com o Comandante da Divisão de Espinho e com o Comandante Distrital de Aveiro da PSP, concluiu, ainda, que a instalação de tal sistema "garante mais e melhor vigilância de pessoas e bens face à escassez de meios e agentes das forças de segurança disponíveis".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG