Exclusivo

Técnicas vão para a rua ajudar quem não tem um teto

Técnicas vão para a rua ajudar quem não tem um teto

Projeto "Uma Vida" pretende ser complemento a respostas básicas tradicionais, como a alimentação e o vestuário.

Em Espinho, há uma equipa técnica de apoio social que não espera no gabinete o surgimento de quem precisa de ajuda diferenciada. Ao longo da semana saem do escritório e vão ao encontro dos sem-abrigo da cidade, tentando encontrar soluções, minimizando sofrimento e apontando alternativas de vida.

"Os sem-abrigo não aderem muito bem ao atendimento formal, em gabinete de porta fechada. É preciso ir ter com as pessoas", explica Marília Costa, a supervisora do projeto iniciado em outubro, "Uma Vida".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG