Exclusivo

Apadrinham arroz para salvar campos do abandono

Apadrinham arroz para salvar campos do abandono

Junta de Salreu lançou campanha para comparticipar cultivo. Particulares, associações, firmas e agricultores unidos garantem produção de 10 hectares.

A Junta de Salreu, em Estarreja, lançou uma campanha, desafiando pessoas, associações e empresas a apadrinharem o cultivo de arroz, uma forma de ajudar à retoma daquela atividade agrícola na freguesia, recuperar terras abandonadas e aumentar a biodiversidade.

Para já, 14 aceitaram o repto. Entre eles há até "uma brasileira, neta de salreenses", que, apesar de estar do outro lado do Atlântico, viu na iniciativa uma forma de colaborar com a terra dos antepassados, contou o presidente da Junta, Manuel Almeida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG