O Jogo ao Vivo

Peregrinos

Três mortos e 33 feridos em despiste de autocarro a caminho de Fátima

Três mortos e 33 feridos em despiste de autocarro a caminho de Fátima

O despiste de um autocarro de passageiros na zona da Mealhada causou três mortos e pelo menos quatro feridos graves. Os passageiros, da zona de Guimarães, seguiam para Fátima. A1 reabriu em ambos os sentidos, havendo apenas supressão no local do acidente.

O despiste ocorreu no sentido Norte-Sul da A1, numa zona entre Aveiro e a Mealhada. O autocarro transportava cerca de 38 pessoas, da localidade de Figueiredo, em Guimarães, com destino a Fátima.

O acidente causou três mortos, cinco feridos graves e seis de média gravidade, de um total de 33 feridos. As vítimas mortais são dois homens, um com cerca de 70 anos, e uma mulher, que aparenta ter cerca de 50 anos.

Entre os feridos ligeiros, há duas crianças, ambas com cerca de 10 anos, segundo a médica do INEM no local. Duas pessoas saíram ilesas.

Em declarações aos jornalistas, perto do local do acidente, o responsável da Proteção Civil, Carlos Tavares, disse que há um morto já retirado do autocarro e duas pessoas encarceradas "com ausência de sinais vitais".

Três dos feridos graves foram encaminhados para o Hospital Universitário de Coimbra e os outros dois para o Hospital de Aveiro

PUB

Segundo a GNR, terá rebentado um pneu do autocarro, que entrou em despiste, atravessou a autoestrada e embateu num "poste de grandes dimensões" no sentido contrário. Não atingiu mais viaturas e ficou imobilizando na berma da A1, no sentido Sul-Norte.

O acidente ocorreu pelas 9.29 horas, ao quilómetro 112 da A1, pouco depois da saída para a Mealhada. O autocarro, que seguia no sentido Norte-Sul, encontra-se neste momento em sentido contrário.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Aveiro, foram mobilizados 121 bombeiros, apoiados por 52 viaturas e um helicóptero, que não chegou a ser necessário, tendo sido desmobilizado cerca das 12.20 horas.

A autoestrada esteve cortada nos dois sentidos, na zona da Mealhada. A via chegou a estar aberta no sentido Norte-Sul, durante alguns minutos, mas voltou a ser encerrada, para permitir o desenrolar dos trabalhos de socorro em segurança.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG