Mealhada

Quadro milionário de Josefa d'Óbidos destruído por incúria

Quadro milionário de Josefa d'Óbidos destruído por incúria

A tela "Sagrada Família", de 1664, da autoria de Josefa d'Óbidos, referenciada como a de maior valor entre os quadros e arte sacra patentes no Convento de Santa Cruz do Buçaco (Mealhada), avaliada em dezenas de milhares de euros, ficou destruída pelo fogo, na noite de Natal, na sequência de um curto-circuito provocado pela água da chuva que entrou pelo telhado, há muito danificado.

Uma perda considerada "inestimável" pelos entendidos do mundo da arte e da cultura e também pelo presidente da Câmara da Mealhada que assegurou ontem que o novo presidente da Fundação Mata do Buçaco terá dinheiro para avançar com obra de reparação da cobertura do Convento, disse Rui Marqueiro ao biólogo Fernando Correia, empossado esta quinta-feira.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG