Oliveira de Azeméis

Vai dar a volta ao Mundo numa minimota

Vai dar a volta ao Mundo numa minimota

André Sousa parte no final do mês para percorrer 60 mil quilómetros por mais de 50 países.

André Sousa fez as contas, embora possam resvalar. Quer passar por mais de 50 países, cinco continentes e vai percorrer pelo menos 60 mil quilómetros. Serão mais de dois anos na estrada. O jovem de 24 anos, de Oliveira de Azeméis, vai dar a volta ao Mundo numa minimoto. "Sei que sou maluco", diz.

Começou a conduzir motos aos oito anos, aos 14 já competia, mas reconhece a loucura de partir sozinho à aventura numa média de velocidade de 50 a 60 quilómetros por hora. Em 2018 chegou a Portugal depois de ter percorrido a América do Sul em 120 dias numa moto de baixa cilindrada. Quer mais. "Quero dar a volta ao Mundo numa Honda Monkey". A Honda alinhou, ofereceu a moto e André vai relatar cada quilómetro no Instagram "Ride that monkey". Desta vez, já leva o mestrado em Gestão Empresarial concluído.

PUB

Arranca dia 29 de Avis, no Alentejo, em direção ao Mundo. "É a vila mais famosa do país em mototurismo. Há um evento e podem acompanhar-me de moto até Espanha". O objetivo é nunca regressar a Portugal antes da volta completa. "Quero fazer 360 graus no globo, passar em todos os continentes, exceto a Antártida". De Espanha vai para Marrocos e vai correr parte do continente africano. "Não vou descer muito, por causa de questões políticas". Segue-se Turquia, Irão, Paquistão, Índia, Myanmar, Tailândia, Laos, Cambodja, Malásia, Singapura. "Depois vou enviar a moto para a Austrália, que pode custar três mil euros", conta ele que prevê gastar 60 mil.

Só tem 20% do orçamento. "Vou ter que arranjar dinheiro para gasolina, comida e a maior parte das dormidas será em casa de motards, tenda ou couchsurfing". Na viagem, vai matar saudades da América do Sul e desta vez vai subir ao Panamá, México, Estados Unidos e Canadá. Tem ido ao ginásio todos os dias. "As pessoas acham que não é possível. Isso também me desafia. E tenho a sorte de ter a Federação de Motociclismo de Portugal a apoiar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG