Estado de emergência

Carteiros de Ovar apanhados a fazer distribuição em Espinho e na Feira

Carteiros de Ovar apanhados a fazer distribuição em Espinho e na Feira

Sete carteiros, residentes em Ovar, foram identificados pela PSP, na manhã desta quinta-feira, na Feira e em Espinho, quando procediam à entrega de correspondência. As autoridades levaram os homens de volta ao interior da cerca sanitária, em Ovar.

Estes homens, apesar de serem residentes em Ovar, têm o posto de trabalho nos correios da Feira e Espinho.

O Centro de Distribuição Postal de Santa Maria da Feira permitiu a entrada ao trabalho de quatro carteiros oriundos de Ovar. Situação que já se tinha verificado quarta-feira e que levantou muitas preocupações entre os restantes elementos dos Correios.

A PSP recebeu a denúncia e, por comunicação, de um magistrado do Ministério Público, identificou os carteiros em causa e levou-os até à cerca sanitária que está a decorrer no concelho de Ovar, proibindo os mesmos de regressar à Feira.

Também em Espinho outros três carteiros, naturais de Ovar, foram identificados e conduzidos até à referida cerca sanitária. Decisão da PSP, atestada pela comunicação do Ministério Público. As ordens foram, mais uma vez, para que os carteiros não voltassem a furar o bloqueio sanitário.

Contudo, o JN apurou que este procedimento está a levantar algumas dúvidas quanto à legitimidade da intervenção, já que o serviço destes elementos dos Correios pode estar abrangido pela necessidade de assegurar a distribuição da correspondência.