Covid-19

Hospital de campanha em Ovar sem médicos e material clínico

Hospital de campanha em Ovar sem médicos e material clínico

Cinco dias depois de ser montado um hospital de campanha em Ovar, esta estrutura continua sem contar com a presença de médicos e equipamentos de apoio clínico. "Até ao momento nada", acusa o presidente da Câmara Municipal, Salvador Malheiro.

O hospital de campanha, instalado no Arena Dolce Vita, tem capacidade para 100 camas, que estão já instaladas, assim como todas as intervenções logísticas necessárias, num trabalho dos bombeiros de Esmoriz, do INEM e da Câmara Municipal.

"Agora falta a saúde. Os médicos, os enfermeiros, os equipamentos clínicos e até ao momento: Nada", diz Salvador Malheiro.

O autarca, que teve a promessa por parte do Governo do alocamento naquele hospital de meios humanos e técnico necessários, reivindica que as garantias dadas sejam cumpridas.

"Espero que o Ministério da Saúde saiba honrar com a sua palavra. Estamos à espera há 5 dias", adianta o presidente da Câmara Municipal, lembrando que o Hospital de Ovar "já está quase no seu limite". "Precisamos muito deste Hospital de Campanha", concluiu.

Também o lar da Santa Casa da Misericórdia não tem tido, segundo Salvador Malheiro, o apoio médico prometido.