Polémica

Grupo do Carnaval de Ovar contesta classificação

Grupo do Carnaval de Ovar contesta classificação

"Os Bailarinos de Válega", grupo do Carnaval de Ovar, não concordou com a classificação obtida este ano - ficou em sexto e último lugar na pontuação dos grupos de passarela - e anunciou que vai criar uma comissão independente para avaliar a pontuação atribuída.

Este ano, o grande corso carnavalesco de Ovar só saiu à rua no domingo, o vento e a chuva impediram os grupos de mostrarem uma vez mais o seu trabalho na terça-feira de Carnaval. Segundo o comunicado, "após análise dos resultados e pontuação atribuída versos critérios", o grupo decidiu criar uma "comissão independente que vai analisar item por item a classificação atribuída". A direção do grupo, presidida por Henrique Araújo, adjunto do presidente da Câmara de Ovar, esclarece ainda que "numa altura em que os deveres, o rigor e a qualidade exigida têm de ser cumpridas pelos grupos, devem também outros intervenientes fazer de igual forma".

"Não podemos perante os nossos associados, elementos, apoiantes e patrocinadores ficar indiferentes à pontuação atribuída ao nosso grupo", acrescenta o comunicado d"Os Bailarinos de Válega, que vão apresentar no final deste mês "um documento técnico, exaustivo e pormenorizado", relativamente à classificação dos grupos de passerelle. No final, prometem, darão conhecimento público do referido relatório que pretende validar, de forma independente, a justiça dos resultados atribuídos.

Quando contactado pelo JN, o grupo não quis acrescentar nada ao que já anunciou publicamente. Recorde-se que no Carnaval de Ovar, há um júri para cada categoria - grupos de passerelle, grupos carnavalescos e escolas de samba. Avaliam a fantasia, a representação artística, o carro alegórico e o conjunto. Os primeiros três classificados recebem um prémio financeiro.

No caso dos grupos de passerelle, o júri é constituído por oito jurados nomeados pela Câmara para avaliar o desempenho dos grupos. Os próprios grupos podem sugerir nomes para integrar o júri, que depois são distribuídos pelas diferentes categorias. Os Bailarinos de Válega sugeriram quatro nomes para a edição de 2019 do Carnaval, sendo que dois dos oito jurados na sua categoria foram indicados pelo grupo que, agora, contesta os resultados.

Imobusiness